Você descobre que está pirando com esse negócio de corridas quando…

Tempo de leitura: 7 minutos
  • Vai trocar de carro e pergunta para o vendedor da concessionária que pace ele faz
  • Dirigindo, vê uma placa na estrada “tal lugar a 5 km” e pensa “nossa, ainda vou demorar 20 minutos pra chegar lá” (ou 25, ou 30, ou menos de 15, depende…)
  • No seu calendário de parede, do lado do “D” do domingo, rabiscou um “P”, afinal, domingo é Dia de Prova…
  • Já tem a sua agenda de provas programada até dezembro… Dezembro do ano seguinte
  • Está inscrito em várias corridas que sequer foram divulgadas na internet
  • Seus filhos se chamam Dean Karnazes da Silva e Deena Kastor da Silva (ou seja lá qual for o seu sobrenome)
  • E seu cachorro (ou gato, ou hamster, ou periquito, ou peixe dourado) se chama Haile Gebrselassie
  • Anda enviando mailing lists para os amigos falando sobre ultramaratonas de 24 horas
  • Por falar em amigos, quase todos os que estavam na sua festa de aniversário eram corredores; e os poucos que não eram você anda tentando convencer a correr…
  • Fez proposta de compra pela casa do vizinho para servir de depósito de troféus e medalhas
  • Decorou a composição de todas as marcas de géis de carboidratos disponíveis no mercado, inclusive aquelas que ninguém encontra pra comprar em lugar nenhum
  • Tem vinte e seis pares de tênis, mas sapato, é aquele velho só, e olhe lá…
  • Mandou um e-mail para a Ortopé pra saber se eles têm sapatinho infantil para pisada supinada; com a resposta negativa, encaminhou a mensagem para a Klin e a Pé com Pé
  • Desmarcou a data do seu casamento pra não perder a camiseta “Corri Todas”
  • Canelite te dá mais medo que câncer
  • Não sendo ortopedista e nem fisioterapeuta, é capaz de descrever todos os sintomas (e tratamentos) da fasciíte plantar, da condromalácea patelar e da síndrome da banda íleo-tibial
  • Sua caixa de remédios tem mais antiinflamatórios que a prateleira da farmácia, inclusive aqueles que já foram recolhidos dela
  • Adorava carnaval, mas passou a detestar depois que descobriu que no domingo dele não tem corrida em lugar nenhum
  • Nunca assistiu nenhuma corrida de rua na televisão, porque estava em todas que foram televisionadas até hoje
  • Entra no site da São Silvestre no dia 1º de janeiro para ver se já abriram as inscrições
  • Não dá déirreal num quilo de bife, mas paga sorrindo R$ 200 na Féxom-Rã
  • Todas as suas camisetas, sem exceção, são dry-fit
  • O fundo da gaveta de camisetas da sua cômoda cedeu com o excesso de peso
  • Não tem mais uma meia de algodão na sua gaveta, porque elas dão bolhas…
  • Seu relógio-frequencímetro tem funções que você nunca usou (e nem vai usar), mas fez questão de pagar trezentão a mais por elas
  • No seu MP3, MP4, MPn+1 ou similar, tem setlists diferentes para cada tipo de treino, de acordo com a frequência cardíaca em batimentos por minuto
  • Definiu o tema de “Carruagens de Fogo” como ringtone do seu celular
  • Ainda nem pagou a última parcela do Kayano 15 e já comprou o 16; e anda entrando no site gringo pra saber quando sai o 17
  • Dá um sorrisinho de superioridade sempre que algum amigo não sabe dizer se é pronador, supinador ou *neutrador*
  • Fica ofendido quando a tia pergunta se você já saiu pra fazer seu cooper
  • Tem dentro do armário duas mochilas de hidratação que comprou e não se adaptou ao uso, além de três calcanheiras de silicone e quatro cintos porta-utilidades
  • Além daquela esteira mecânica pesada pra dedéu, que virou cabide
  • Isso sem falar na estação de ginástica, na cadeira com bicicleta ergométrica embutida, no banco e/ou aparelho para abdominais e nas sopas e barrinhas da Luciana Gimenez
  • Passou a madrugada inteira acordado pra assistir a Maratona de Shangai por streaming
  • Quando está na fila do banco, do correio ou do caixa do supermercado, fica com o RG na mão e procurando o comprovante original de inscrição
  • E, enquanto não é atendido, fica pensando em quantos quilômetros já podia ter corrido nesse tempo
  • Entre as vinte mil fotos de corridas (só deste ano), tem uma ao lado do Marilson, do Vanderlei, do Frank, do Zé Teles, da Zeferina, da Marizete (que você só não sabe qual das duas é) e de um punhado de outros corredores que são famosos pra caramba, só que você não sabe o nome deles
  • Os fotógrafos das provas te chamam pelo nome
  • Você virou a casaca e passou a torcer pelo Cruzeiro… Equipe de Atletismo do Cruzeiro
  • Pra você, o atleta do século XX é Paul Tergat
  • Todas as fotos do seu álbum no Orkut têm logotipo no canto
  • Você não adiciona no Orkut (e nem dá bom dia para) quem não tenha corrido maratonas abaixo de 3 horas
  • Depois de assistir à matéria no Globo Esporte, procurou a receita da gororoba dos quenianos no Google
  • Fez (e aguentou tomar sem vomitar) o chazinho milagroso do Globo Repórter
  • Além de corrida, você faz musculação, power yoga, pilates e tai chi chuan
  • Dois terços da sua geladeira são ocupados por isotônicos e bebidas esportivas à base de maltodextrina
  • Gasta mais na loja de suplementos que no supermercado
  • Tem todos os números de peito das provas que participou, dobrados, dentro do envelope original e com os quatro alfinetes (retirados e engatados)
  • Comprou como souvenir os chips das provas que considera mais importantes; todos os cento e cinquenta
  • Usa mais Hipoglós agora do que quando era criança
  • E mais vaselina do que quando era solteiro
  • Não sabe de cabeça o número do RG, do CPF e da CNH, mas lembra o tempo líquido, bruto, colocação geral, por sexo e por categoria nas suas quinze São Silvestres
  • E mandou gravar essas informações no verso de cada medalha
  • Esquece todo ano do aniversário de casamento, mas comemora sempre o da primeira maratona
  • Ninguém te chama pra feijoada no sábado há mais de dez anos
  • Anda achando que 5 km é prova pra criança; e de 10 km, pra adolescente
  • É conhecido na vizinhança como “aquele que corre” ou “o tiozinho atleta”
  • Quando sai a lista de participantes antecipada, olha nome por nome e conta quantos são os da sua faixa etária
  • Para ficar mais leve na corrida, prende o número de peito só com dois alfinetes; e destaca o canhotinho do guarda-volumes
  • Acha que pra “Semente da Vitória” virar a Bíblia, só faltam os números dos versículos
  • Entra no Climatempo toda segunda-feira pra saber qual é a previsão para o próximo domingo
  • É capaz de converter, de cabeça, km/h em mph e vice-versa; e ambos em min/km
  • Passa filtro solar antes de correr na esteira; e perde mais tempo programando o fartlek nela do que correndo
  • Está planejando, e faz tempo, um abaixo-assinado para a São Silvestre voltar a ser noturna
  • Acompanha 450 blogs de corredores no Blogspot; e na segunda-feira, fica mandando parabéns pela participação até as onze e meia da noite
  • Já foi pra lan house fazer isso quando a internet amanheceu sem sinal
  • Todos os seus followers no Twitter são corredores
  • Já leu TODOS os relatos de corridas do Namiuti
  • Escreveu relatos de TODAS as suas corridas, que nem o Namiuti
  • Neles, entabulou dados como a velocidade do vento, a umidade relativa do ar e a pressão atmosférica em mmHg
  • Leu essa lista enorme, e não só se identificou com quase todos os itens, como pensou em mais um monte. Manda pra mim!

Sobre

Guarulhense, desenvolvedor de softwares e soluções web, apaixonado por corridas, fotografia, viagens e muito rock.

//www.diegoronan.com.br