Aprender a correr devagar para correr rápido

por Sérgio Rocha

Uma das primeiras coisas que ouvi do técnico Wanderlei de Oliveira quando comecei a treinar com ele foi: “Ô bacana, você precisa aprender a correr devagar para poder correr rápido”. Em nossos bate-papos durante os treinos, me disse que tinha aprendido isso ainda na época de velocista. Ele estava no exterior e quando foi treinar com corredores mais rápidos, notou que as rodagens eram sempre lentas: “Bom, se os caras são mais rápidos que eu e treinam devagar, eu preciso aprender a fazer a mesma coisa”, disse.

Mas como funciona com o Wanderlei? Em geral treinamos 6 dias por semana, sendo que dependendo da época, em 3 deles fazemos treinos de qualidade – tiros, fartleks, etc. Os outros três dias são de rodagens – lentas. Em minha primeira rodagem falei a ele: “Fiz os 10 km para 5:30 min/km”. Reposta: “Muito rápido”. Acertei as rodagens, mas confesso que fui sem confiança para a minha primeira prova sob a batuta de Oliveira, os 10 km da Track and Field do Shopping Villa Lobos. Eu me sentia sem velocidade e sem confiança. O “problema” é que fiz 45 minutos e alguma coisa – marca que há tempos eu não obtia.
Leia Mais

Treino protesto no tradicional percurso da São Silvestre #SSnaPaulista

Em defesa da manutenção da chegada da Corrida de São Silvestre na Avenida Paulista, um grupo de apaixonados por corrida realizará um Treino Protesto no tradicional percurso de 15km, na próxima 4ª feira, dia 02/11.

O horário combinado para o encontro será entre 6h30 e 6h45, na escadaria do prédio da Fundação Casper Líbero (Gazeta), na Avenida Paulista, 900. A largada está marcada para as 7h, com chegada no mesmo local.
Leia Mais

Zonas de Treinamento

Abaixo uma explicação do treinador Marcio Torres sobre as zonas de treinamento.

Zona de treinamento 1 – Recuperação ativa – 55% a 65%
Zona de treinamento 2 – Capacidade aeróbia – 66% a 75%
Zona de treinamento 3 – Potência aeróbia – 76% a 85%
Zona de treinamento 4 – Capacidade anaeróbia – 86% a 90%
Zona de treinamento 5 – Potência anaeróbia – 90% +

Zonas 1, 2 e 3: Abaixo uma explicação do treinador Marcio Torres sobre as zonas de treinamento.

Zona de treinamento 1 – Recuperação ativa – 55% a 65%
Zona de treinamento 2 – Capacidade aeróbia – 66% a 75%
Zona de treinamento 3 – Potência aeróbia – 76% a 85%
Zona de treinamento 4 – Capacidade anaeróbia – 86% a 90%
Zona de treinamento 5 – Potência anaeróbia – 90% +
Leia Mais

Corrida no inverno

Apesar de estarmos enfrentando temperaturas mais agradáveis, o **frio** não deve demorar a reaparecer. E quem corre (e quem não corre também) sabe que cidades no Sul e Sudeste do país podem ser bem frias logo pela manhã e à noite, quando muitos podem treinar. Como manter a motivação?

Algumas dicas são:

Optar pelas esteiras para manter o condicionamento físico. A corrida indoor vai seguir os mesmos princípios da rua no que diz respeito ao aquecimento e alongamento. O aumento da inclinação do aparelho pode aproximar a dificuldade da das ruas – 1% a 2% é o suficiente. Não se pode esquecer da hidratação.
Leia Mais

Para correr no frio

Apesar de acostumados com clima tropical do Brasil, muitos atletas saem do País e enfrentam temperaturas baixas. Siga as dicas dos treinadores para se preparar adequadamente e encarar o frio sem medo.

O fato de os corredores brasileiros estarem acostumados com temperaturas elevadas durantes os treinamentos e corridas faz com que algumas dúvidas relacionadas à disputa de provas em temperaturas baixas surjam antes do evento.
Leia Mais