Mizuno 21K

Relato – Mizuno Half Marathon 2014

Tempo de leitura: 2 minutos

Neste domingo frio de maio, foi realizada a primeira edição da Meia Maratona da Mizuno, a exemplo da Golden Four da Asics, prometendo um padrão de organização internacional, com distancia única de 21K.

A retirada dos kits se deu unicamente no sábado, dia anterior da prova, em uma arena montada no Jockey. Fiz a retirada logo de manhã, antes do curso, por volta das 8h30. Kit de qualidade boa: camiseta, um numero de peito enorme, viseira, materiais da prova, chip de cronometragem, sache de gel, fizeram parte do mesmo.

O único ponto que vi com problemas, foram as instabilidades no sistema de retirada. Toda hora saia do ar, que fez com que causasse filas e alguns transtornos. Fora isto, nada de diferente do que vemos em corridas digamos, sem um conceito, do meio.

Domingo amanheceu com tempo chuvoso, frio, com temperatura batendo na casa dos 15 graus. Acordei as 5h15min para sair das 6h da manha de casa (largada marcada para as 7:30). Após o café da manhã a base de carboidrato, parti para o Jockey, de onde seria dada a largada.

Cheguei na região pouco antes das 7h, deixei o carro ao lado do Parque do Povo e fui a pé para o Jockey Clube, longe dos flanelinhas que dominam a região, ja que não há fiscalização e policiamento para coibir.

Chegando por volta das 7h10 no Jockey, foi tempo para um alongamento e partir para mais uma prova.

Devido ao tempo frio, fiz a corrida com mentalidade para buscar tempo, quem sabe um sub 2? A largada foi dada pontualmente as 7:30, saindo do Jockey, em direção da Ponte Cidade Universitária, fazendo um caminho diferente do habitual; passando pela Ponte Cidade Universitária, chega a Praça Pan-americana, onde tivemos que fazer duas idas e volta até o Parque Vila Lobos, retornando para o Jockey e repetindo o percurso da ida. Em frente ao Jockey, mas quatro idas e voltas, para completar os 3K’s restantes.

Todo esse vai e vem acaba cansando mentalmente, tornando o percurso chato, e as curvas atrapalham a performace, visto que toda hora tinha que reduzir para pegar uma mais fechada.

Tirando este peso mental, consegui ir forte até a metade do percurso e apertar mais o pace na segunda parte da prova e conseguir cravar a marca de 2 horas, considerando ainda o tempo que estou sem fazer treinos específicos para meia maratona, conseguir minha melhor marca em meias foi sensacional.

Pontos de hidratação a cada 2km, um ponto de distribuição de gel, dois de esponja (ida e volta), e dois Gatorade (também o mesmo ponto cobrindo ida e volta), sem o que reclamar.

Só fica a reclamação mesmo pelo percurso ser muito repetitivo. Gostei da parte social, com divulgação de fotos e previas de quilometragem e tempo. Mas ainda pode ser bem melhorado este quesito. Pelo menos o início foi dado.

Resultado:

confirmation_number Número de Peito 1609
supervisor_account Modalidade 21k
access_time Tempo Final 02:00:14
hourglass_full Tempo Bruto 01:01:29
trending_up Classificação Total 1999
trending_up Classificação Faixa Etária 1669
timelapse Pace Médio 05:37 min/km
timelapse Velocidade Média 10,70 km/h
folder_shared Categoria M2529
help_outline Outras Informações Garmin

Sobre

Guarulhense, desenvolvedor de softwares e soluções web, apaixonado por corridas, fotografia, viagens e muito rock.

//www.diegoronan.com.br