Análise – Balanço de 2012

Tempo de leitura: 3 minutos

2012: O ano que comecei as longas! Terminei 2011 com minha primeira prova de 15k, dizendo que pretendia fazer uma Meia Maratona no ano e terminei 2012 com cinco Meias Maratona, uma de 25k e duas de 15k, fechando novamente com a São Silvestre, em novo horário, novo percurso, mais organizada e com aquela natural confraternização característica da corrida.

Medalhas de Corridas de 2012
Medalhas de Corridas de 2012

Somente em fevereiro não corri, por falta de opção, e o mesmo deve acontecer neste ano: A cada ano que passa, seguimos com provas mais caras, kits mais “chulos” e percursos repetitivos: isto acaba ficando maçante, chato. Não acho que vale a pena por exemplo pagar 80 reais em uma prova para correr cerca de 7km sobre um viaduto em pleno verão sob um sol de 30 graus as 7h da manhã (geralmente esta é a única opção que temos em SP em fevereiro), melhor poupar o dinheiro e correr duas mais em conta ou em um percurso diferente.

O ano começou com a prova gratuita do “Circuito Praia Limpa” em Bertioga, prova puxada, areia, chuva, terminando com péssimo tempo, desgaste por viajar a poucas horas do evento, enfim, falta de planejamento total; já “pagando a promessa” e estreando na Meia Maratona em março, na Meia Maratona Internacional de São Paulo, organizada pela Yescom.

No decorrer do ano, desci para Santos para participar da “São Silvestre da Baixada”, a corrida da Tribuna, uma das melhores do ano passado! Sofri pra caramba para completar os 25k da Maratona de São Paulo (falta de treino específico para a prova); Não posso deixar de mencionar a Golden4Asics, uma das melhores provas que participei, enfim, inúmeros pontos positivos que servirão de base para decidir quais provas participar no próximo ano.

Melhor de 2012: Golden4Asics, organização sensacional, grande estrutura em todos os pontos de hidratação (banheiro químico, Gatorade e água em todos os se não me engano 7 pontos no decorrer do percurso). A São Silvestre vale a menção pela festa, idem para a corrida da Tribuna em Santos.

Pior de 2012: Fila Night Run: Interlagos a noite, pouca iluminação e uns babacas de programas humorísticos até derrubando um ou outro corredor foi de matar, ainda mais pelo valor da inscrição.

Consegui baixar meu pace nos 10k em cerca de seis minutos, nos 15k em cerca de doze minutos e mesmo nos 21k, fazendo a primeira prova no começo do ano em 2h24min e chegado a fazer em 2h08min no decorrer do ano, tudo bem que por ser a primeira meia da vida a gente se poupa mais, mas não deixa de ser uma evolução.

Fora as novas amizades que apareceram no decorrer do ano graças a este gosto em comum: a pratica da saúde.

Não consegui seguir 100% a risca o calendário planejado no começo do ano: datas mudam, provas coincidem ou encarecem demais que não fazem mais valer a pena.

Planejo mais ou menos isto para este ano:

  • Oral-B
  • Meia-maratona Internacional de SP
  • Fila Night Run
  • Meia-maratona Corpore Internacional de SP
  • Maratona Internacional de SP
  • SP Indy Run
  • Circuito Energyzer
  • 10Km Tribuna FM – Santos
  • XVII Corrida Corpore Bombeiros
  • Meia de Sampa
  • Golden4Asics
  • XVI Corrida Centro Histórico de SP
  • Maratona Pão de Açúcar de Revezamento (4 atletas)
  • Circuito Caixa
  • Circuito Athenas
  • Tricolor Run
  • Troféu Zumbi dos Palmares
  • 5ª Corrida Internacional Cidade de Guarulhos
  • Sargento Gonzaguinha
  • Corrida Internacional de São Silvestre

Tenho vontade de fazer minha estreia na maratona ainda este ano, vou decidir se faço ou não ao decorrer do ano e dos treinos, se conseguir fazer algum longo acima de 35k me inscrevo de última hora, por enquanto fico nos 25k na Maratona de SP. Quem sabe até mesmo estreio na maratona fora do estado.

Participar de uma prova internacional segue nos planos, uma hora chega a oportunidade.

Boas passadas em 2013!!

Sobre

Guarulhense, desenvolvedor de softwares e soluções web, apaixonado por corridas, fotografia, viagens e muito rock.

//www.diegoronan.com.br